E-mail é tão seguro quanto deixar a porta de casa aberta

Está para surgir ferramenta tão eficaz na Internet quanto o correio eletrônico. Por mais que se fale em mensageiros rápidos, nada supera a conveniência de ler e responder suas mensagens na melhor ocasião, seja formalmente ou apenas para uma conversa entre amigos.

E é justamente pelo caráter diversificado que muita gente deposita confiança demais no e-mail —um erro grave. Uma caixa postal pode ser lida a qualquer momento, mesmo por quem não é hacker ou usa programas especiais.

Ainda hoje, décadas após o início do correio eletrônico, os protocolos são bem atrasados, como é o caso do POP3 (recebimento) e do SMTP (envio). Este último, aliás, já foi responsável por vários micos envolvendo empresas e pessoas famosas. Nos últimos anos, provedores de acesso reforçaram a segurança para enviar e-mails, exigindo autenticação prévia (que é feita automaticamente pelo Outlook na maioria dos casos), mas a porta ainda está escancarada.


%d blogueiros gostam disto: